quinta-feira, 14 de abril de 2011

I'm just going to be happy.



Ele acreditou que falar de amor naquele momento iria fazer com que ela esquecesse todas as palavras que a fizeram sofrer durante todo o tempo em que estiveram juntos. Que agora suas juras de amor seriam levadas a sério. Como pode ser tão tolo em crer que ela o perdoaria, não depois de tudo o que ele a fez, todas as traições, todas as brigas, todo o amor que poderia ter dado, mas preferiu ficar em silêncio e engolir a seco o mais lindo de todos os sentimentos. E de costas um para outro - talvez por coincidência, ou talvez por já não suportarem mais olhar nos olhos - eles estavam. Um turbilhão de sentimentos e emoções envolviam o ambiente, ele a queria, ela já o quis. E o quis por muito tempo. Ele não soube aproveitar o amor enquanto existia, agora ele já não existe mais, a chama que ardia queimou e fez virar pó tudo o que o envolvia dentro dela.

- Por favor, fique. Posso provar que mudei, esqueça o nosso passado, esqueça o que eu fiz, me ame novamente, fique comigo.

Ele dizia, esperando que ela mudasse novamente todos os seus planos, largasse tudo e ficasse com ele como da primeira vez, esquecesse amigos, família, esquecesse até mesmo dela mesma, para se aventurar em um amor que para nada servia, que somente fez com suas lágrimas caíssem todas as noites.

- Não posso ficar, não por você, acreditar nisso seria como reviver o passado, esperar que mude, esperar que me faça feliz é simplesmente não correr atrás da minha felicidade. Eu posso sim esquecer as coisas que você fez, esquecer o que você disse, mas será impossível esquecer como você me fez sentir. Por isso eu vou, não é por você e sim por mim, vou em busca das realizações dos sonhos que abandonei quando te conheci, pedir perdão aos amigos que deixei por você, vou almoçar com os meus pais, passar o natal com a minha família, voltar a vida que eu tinha, quando eu podia sorrir de verdade, e não precisava inventar motivos para isso.

As palavras saíram de sua boca com total facilidade, como se ela já houvesse planejado a muito tempo tudo o que queria dizer, palavras guardadas, escondidas, palavras que ecoavam dentro dela a todo o tempo, e naquele dia puderam ser livres, tão livre como ela se sentia agora.

E o silêncio do início volta novamente, as frases que foram ditas se desfragmentam no ar, tudo se perde ou se ganha, depende do ponto de vista. Ele pensa em como será a sua vida agora. Ela pensa que agora a sua vida acaba de começar.

{ E o fim, é o começo de uma nova história }

Escrito e postado por Angus Cailleach.
Participando inesperadamente da Edição Visual - 64ª edição visual - Bloínquês.

33 comentários:

  1. AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAHHH morri.
    que coisa linda, esse blog está cada vez melhor.
    seguindo ;*

    Marianne Velasco.

    ResponderExcluir
  2. Sabe, penso que já ouvi esta história, na vida de muitas pessoas talvez.

    Um abraço.

    Já vai

    http://pelotaonline.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Adorei o texto. Sincero, obscuro e comovente. Quem escreveu sabe do que esta falando.

    ResponderExcluir
  4. Texto muito expressivo e de profunda sensibilidade. Sua escrita traduziu de forma ímpar a a transformação reflexiva, emoldurada pelo passar do tempo. Belíssimo! Parabéns! Abraços...

    ResponderExcluir
  5. E alguns finais são fundamentais para que os inícios possam surgir. É preciso cortar as flores murchas para que as outras cresçam saudáveis.
    Você escreve muito bem, parabéns!

    ResponderExcluir
  6. ás vezes é necessário colocar o fim em uma história para que outra mais bela possa se iniciar.
    Belissimo texto.
    parabéns.

    ResponderExcluir
  7. Adorei o texto!!! Muito bonito!!! :)

    ResponderExcluir
  8. bem sentimental.. mais é, muits vezes precisamos desmanchar o fim de uma historias para poder escreve-la novamente .

    ResponderExcluir
  9. Às vezes um único instante é o suficiente para provocar um ruptura, ou mudança radical. Mas é muita pretensão acreditar que um único momento seja capaz de limpar um vida inteira de equívocos.

    ResponderExcluir
  10. Que texto profundo e comum, é normal e eu já vi na vida de váaarias pessoas.
    Parabéns, ótimo blog.
    Abraços,
    Depois dê uma olhada, comente e siga meu blog:
    www.cotidianoduplex.blogspot.com

    ResponderExcluir
  11. Nada como a sinceridada posta em palavras
    adorei o texto

    visita-me
    http://yullapankeka.blogspot.com/
    bjus

    -estou seguindo-

    ResponderExcluir
  12. muito bom o texto...bem escrito...soube usar bem as palavras...

    ResponderExcluir
  13. Gosto mtt daqui , FATO . já sigo !
    Passa lá no meu http://eugostodadiversidade.blogspot.com/

    BEIJOS

    ResponderExcluir
  14. Tentar fazer um amor "existir" novamente é uma das missões mais inglórias que se pode encontrar pela vida. Gostei muito do texto. Remeteu-me a uma canção do Chico Buarque chamada "Todo Sentimento".

    ResponderExcluir
  15. Gostei do texto,esta muito bem escrito parabens

    http://purainvencao.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  16. muito bem, criativo seu blog parabens!estou seguindo já , segue o meu :

    http://comentariocriticoo.blogspot.com

    ResponderExcluir
  17. Seri mesmo? não parece.
    sorte sua q não sobre nada. pq eu sobri esses 3 ultimos anos..ningum merece.

    ResponderExcluir
  18. Vim aqui avisar que vc ganhou um selo.
    http://historiasdepamela.blogspot.com/2011/04/2_15.html

    ResponderExcluir
  19. Os acontecimentos sucedem-se em ciclos. Triste é digerir o fim antes de que se estabeleça o novo começo... Mas fazem parte de nós!

    Lindo teu texto. Achou o tom perfeito da emoção.

    ResponderExcluir
  20. Nossa, que lindo... Estão faltando pessoas que tenham a coragem de dizer não, mesmo que isso machuque, e não se submetam a continuar vivendo um amor que não vale a pena, parabéns pelo texto e pelo blog.


    http://cgw-sonhoperdido.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  21. AAAAHHHH MUITOO BOOM!


    "a chama que ardia queimou e fez virar pó tudo que havia dentro dela"
    pois é, as pessoas cansam.
    e às vezes já é tarde demais para voltar atras,
    "O maior de todos os pecados: o arrependimento" -Paulo Coelho
    Muito bom o post
    Maravilhosamente perfeito.
    Muito bem escrito!
    Adorei!

    ResponderExcluir
  22. Que lindo seu texto!
    O Blog todo ta de parabéns!

    Ass: Bella
    http://falaemulher.blogspot.com

    ResponderExcluir
  23. blog ótimo, texto muito bom , ja lhe seguindo . meu blog :

    http://andyantunes.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  24. Nossa, que lindo amor. *-* /chorei

    ResponderExcluir
  25. aaaaaaaaaaaaah Liindooo Muiitoo Liindoo *-*

    ResponderExcluir
  26. Poxa, vc escreve super, mega bem!
    Adorei!
    Parabéns! Fábio

    ResponderExcluir
  27. Blog maneiro! To seguindo. :D




    Se puder me dá uma forcinha nessa comu!


    Só votar em mim pra modera! o/

    Agradeço!


    http://www.orkut.com.br/Main#CommPollResults?cmm=113148645&pct=1302870600&pid=318361276


    Abraço.

    ResponderExcluir
  28. Que coisa mais linda.
    Faltam as corajosas para dizer NÃO, é raro existir.Amei.
    http://stevs2.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  29. História liiinda, ameeei -*
    tô seguindo !

    ResponderExcluir
  30. Obrigado a todos os comentários, criticas e sugestões!
    Próxima Quinta, não percam "Carta ao meu Amor"

    ResponderExcluir

Obrigada por estar comentando, volte sempre ;*